05

Não existe uma quantidade segura de cigarros que uma mulher possa fumar durante a gestação. 

E quanto maior o número de cigarros consumidos por dia, maior o risco de alterações no organismo tanto da mãe quanto do feto.

Entre os estudos mais recentes, alguns mostraram que, em geral, as crianças afetadas pelo cigarro apresentam um menor volume de massa cinzenta e branca no cérebro. 

 

A massa cinzenta é a parte do cérebro que possui o corpo das células nervosas e incluem regiões envolvidas no controle muscular, memória, emoções e fala. 

 

Na massa branca existem as fibras que conectam regiões envolvidas no processamento das emoções, decisões e na atenção. 

 

Com essas áreas prejudicadas, os filhos de mães fumantes também podem apresentar quadros de depressão e ansiedade.

 

Um recente estudo da Universidade de Durham divulgou uma série de imagens de ultrassom de fetos de mães fumantes para motivar as mães a pararem de fumar durante a gravidez. 

 

Os bebês aparecem no vídeo fazendo careta e até protegendo os olhos.

 

 

 

 

 

 

 

Então, mamãe se você fuma, faça o possível para largar esse vício e preze pela saúde e bem estar do seu filho. 

 

Mil beijos. 

 

Gabriela Cury 

Faça parte da nossa comunidade, e não perca uma atualização

Não enviamos spam. Apenas conteúdos úteis para você.